Matérias sobre Gravidez

Lingeries para a gravidez e o pós-parto
Gravidez exige cuidados com estresse, alimentação e vacinas
Testes que indicam período fértil podem ajudar mulheres que querem engravidar
Dicas de Como Manter Seu Estilo Antenado Mesmo Durante a Gravidez
Como Escolher o Berçário
25 perguntas e respostas sobre o bebê
Lingeries para a gravidez e o pós-parto
40 Dicas Importante e Úteis para os Papais de Primeira Viagem
Sintomas do trabalho de parto
Cuidados para Evitar a Toxoplasmose na Gravidez
Dicas para Mães de Primeira Gravidez = Antes, Durante e Depois do Parto
Ganhar peso na gravidez, não significa engordar
Dicas básicas de amamentação
9 Dicas para dormir melhor durante sua gravidez
15 respostas para mulheres que tiveram parto cesariano
Cordão umbilical: vale a pena guardar?
Alimentação X Fertilidade
Endometriose
Mortalidade Materna
Riscos da Hipertensão na Gravidez X Eclâmpsia e DHEG (Doença Hipertensiva Especifica da Gravidez)
Gravidez Tardia & Técnicas de Reprodução Assistida
A Importância da Escolha do Sapato e Cuidados com os Pés Durante a Gravidez
Exame Pre-Natal diagnostica Anomalias fetais com mais de 90% de Precisão
Uso de Cosméticos em Gestantes Exige Cuidados
Academias de Ginásticas e Programas Específicos para Grávidas
Acerte na Cor da sua Roupa de Grávida para o Reveillon
Antecipando Algumas Surpresas e Contando 19 Coisas que Provavelmente Você Só Descobriria Durante a Gravidez
Atividades Fisicas para Gestantes
Tudo que você precisa saber dos 13 Principais Mitos sobre Amamentação
50 motivos para evitar uma cesárea desnecessária
Como Evitar ou Tratar das Estrias Durante a sua Gravidez
Detalhes da Evolução do Feto e da sua Gravidez Semana a Semana
Escolha do sexo do bebê
Medidas Fetais = Peso e Tamanho do Bebê na sua Barriga
Shantala
Direitos da gestante
Signos X Personalidade de seu Bebê
Tabela de Vacinação do Bebê
Dicas sobre Amamentação
Posições para Amamentar com Mais Conforto
Como Preparar os Seios Para a Amamentação
Resposta para Dúvidas Comuns sobre Amamentação
Vantagens da Amamentação
Direitos da Gestante
Respostas para 16 Perguntas e Dúvidas Comuns de Grávidas sobre os Direitos das Grávidas
Dez Direitos da Gestante promulgados pela Organização Mundial de Saúde
Dicas de uma Especialista em Medicina Esportiva e Nutrologia s/ Atividade Física na Gravidez
Exercícios Posturais para Gestantes
Exercícios, Ginástica, Natação durante a Gravidez
Exames durante a Gravidez
Gravidez Tardia
Veja se você está preparada para ser mãe mesmo depois dos 35 anos?
Gravidez Depois dos 35 Anos
Nervos À Flor da Pele
Dicas de uma Fisioterapeuta sobre Gravidez e Mudanças no Corpo da Gestante
Orações para Grávidas & Nossa Senhora do Bom Parto
Dicas de uma Nutricionista s/ Alimentação na Gravidez
Gestantes e Suplementação de Ômega 3: importante ou não?
De Olho na Balança + Calcule seu Índice de Massa Corporal (IMC)
Dicas do que fazer para melhorar e garantir o desenvolvimento do bebê em termos de sua alimentação
25 Dicas de Como não Engordar Muito Durante a Gravidez
Peixes na Gravidez
O Pomar Ideal da Gravidez
Principais nutrientes de que você e seu nenê necessitam durante a gestação
Informações Úteis sobre a Alimentação da Grávida
Alimentos priorizados durante a gestação
O Estresse Atrapalha
Infertilidade & Técnicas para Ajudar a Engravidar
10 Sinais de que Você Pode Estar Grávida
É Possível Escolher o Sexo do Bebê?
Dicas de Como Engravidar
Check List Completo de Tudo O Que Precisa Fazer para Organizar um Chá de Bebê e/ou Fraldas
15 Brincadeiras para Você Fazer no seu Chá de Bebê e/ou Fraldas
Dicas de Como Organizar um Chá de Bebe Bem Legal e Animado
Sintomas Normais da Gravidez + Dicas Úteis sobre Cada uma
11 Perguntas e Frases que Mais Vai Ouvir Durante Toda a sua Gravidez
Respostas para 45 Perguntas e Dúvidas Comuns de Grávidas sobre o Parto
5 Maneiras de Acalmar a Ansiedade da Grávida
Respostas para 15 Perguntas e Dúvidas Comuns de Grávidas sobre a Gravidez
Como Solucionar os Enjoos durante a Gravidez
Infertilidade & Técnicas para Ajudar a Engravidar

Engravidar, para muitas pessoas, não é tão fácil quanto se pensa. De cada cem casais que querem ter um filho, 80 conseguem depois de manter relações regulares por até um ano e meio sem usar qualquer método contraceptivo. Os outros 20, por conta de algum problema, não são bem-sucedidos. Mas eles têm muitos recursos para tentar antes de desistir, inclusive o da reprodução assistida.

As razões conhecidas da infertilidade são várias. Os estudos apontam que cerca de 40% dos problemas de infertilidade são femininos, outros 40% são masculinos e 20% são provocados por causas desconhecidas. Os ginecologistas e andrologistas – médicos que cuidam da infertilidade masculina – podem descobrir os problemas por meio de vários exames. 'Os testes – espermograma e ultrassonografia na mulher – são obrigatórios para o médico saber o que exatamente está acontecendo, para então poder tratar adequadamente', explica Luiz Eduardo Albuquerque, coordenador médico da Associação para Estudo da Fertilidade, de São Paulo.

A primeira providência que o casal que enfrenta dificuldades para engravidar deve tomar é a de procurar um médico. Ele fará a investigação necessária e o diagnóstico correto para orientar um tratamento. Mas, se a mulher tiver 38 anos ou mais quando decidir engravidar, ela já pode marcar uma consulta com seu ginecologista antes de começar as tentativas. É que, com o avanço da idade, o óvulo perde qualidade e, portanto, fica mais difícil engravidar.

- As técnicas disponíveis:

1) Indução de ovulação (também chamada de coito programado:

A mulher toma comprimidos e injeções de hormônios para produzir mais óvulos e aumentar a chance de que um seja fecundado durante o sexo, que neste caso terá dia e hora marcados. 'A indução é uma aventura, mas vale a pena', diz a professora Ana Paula Di Stasio, 30 anos, mãe de Enzo. As chances de engravidar assim são de 20%. O custo do tratamento, em média, é de R$ 700.

2) Inseminação artificial:

A mulher tem de induzir a ovulação com remédios (ou injeções). Os espermatozóides do marido são coletados no laboratório e os melhores vão para o útero por meio de um cateter fino. Pode doer um pouco, mas é um procedimento rápido. 'Recorri à inseminação para ter meus dois filhos. A primeira tentativa não deu certo, mas não desisti', conta Flávia, que pediu para não ser identificada. As chances de sucesso nestes casos são de 20%. O tratamento sai por volta de R$ 2 mil.

3) Fertilização in vitro:

A mulher toma injeções diárias de hormônios, para induzir a ovulação. Quando isso ocorre, os óvulos são aspirados e fecundados no laboratório. O médico transfere três ou quatro ao útero. 'E depois é preciso aguardar 15 dias para saber se eles se fixaram no útero, e quantos são. Enfrentei essa espera três vezes', lembra a empresária Ana Paula Santana, 32 anos, mãe dos gêmeos João Pedro e Manuela. As chances de engravidar são de 30%. Custa por volta de R$ 7 mil.

4) Injeção intracitoplasmática de espermatozóide:

O nome é comprido e estranho, mas é a técnica que oferece a maior chance de sucesso, em torno de 45%. O médico retira, com uma agulha finíssima, os espermatozóides diretamente dos testículos do homem (soa doloroso e impressionante, mas não é!) e os coloca dentro do óvulo. 'Tentamos a indução e uma inseminação. Só a injeção resolveu', conta a estudante Luciana Siqueira, 31 anos, grávida de gêmeos. Cada tentativa custa, em média, R$ 8 mil.

5) Doação de óvulo:

É um método polêmico porque o bebê carrega a carga genética apenas do pai: o óvulo de uma doadora mais jovem e desconhecida é fecundado com o espermatozóide do pai, em laboratório. O embrião é então transferido para o útero da mãe. É preciso que a doadora seja 'parecida' com a mãe: ter tipo sangüíneo e fator RH iguais aos dela. Essa técnica é usada em mulheres com mais de 40 anos. Ainda não há dados precisos do sucesso. O custo, em média, é de R$ 7 mil.

Se nada funcionar, as pessoas que quiserem muito experimentar os prazeres e os desafios de criar um filho podem considerar a adoção.

Boa sorte!

Fonte: Revista Criativa.